Notícias

Qualidade da água da Pampulha comprovada

Qualidade da água da Pampulha comprovada, Enzilimp

A qualidade da água do cartão postal de Belo Horizonte (BH) melhorou significativamente nesses seis meses de tratamento. E não foi só no seu aspecto visual.

Os resultados das análises, divulgados recentemente (segunda quinzena de maio), apontam que o espelho d’água da capital mineira atingiu a classe 3 para todos os indicadores da qualidade da sua água.

Essa é uma classificação do Conselho Nacional do Meio Ambiente (Conama), que indica que, nesse nível, a água poderia ser utilizada para consumo humano, após tratamento convencional, e para prática de esportes náuticos.

O biorremediador Enzilimp vem sendo aplicado no tratamento, que começou em 2016, realizado pelo consórcio Pampulha Viva, do qual a Millenniun Tecnologia Ambiental faz parte.

Qualidade da água da Pampulha comprovada, Enzilimp
Qualidade da água da Pampulha comprovada, Enzilimp
Qualidade da água da Pampulha comprovada, Enzilimp
Qualidade da água da Pampulha comprovada, Enzilimp

A bacia hidrográfica da Pampulha tem uma área de 97 km², sendo que 45% dela fica em BH, e os outros 55%, no município de Contagem. A deterioração da Lagoa acontece em função do aporte de esgotos sanitários e resíduos sólidos durante décadas. Além da degradação da qualidade da água, essa situação provoca a proliferação de algas e mau odor, entre outros problemas.

Qualidade da água da Pampulha comprovada, Enzilimp

A ação do Enzilimp promove a descontaminação, com a diminuição dos índices de coliformes fecais, a redução dos compostos orgânicos, reduzindo também o mau cheiro. Desde 2016, vem sendo feito o trabalho de limpeza e manutenção da orla e do espelho d’água, desassoreamento do reservatório, monitoramento ambiental, ampliação do sistema de esgotamento sanitário na bacia e o tratamento da água da Lagoa.

O tratamento bem-sucedido vem garantindo, desde então, a continuidade do contrato com o consórcio Pampulha Viva, com a aplicação do biorremediador Enzilimp para manutenção da qualidade das suas águas.

O Complexo Arquitetônico da Pampulha foi reconhecido como Patrimônio Cultural da Humanidade, pela Organização das Nações Unidas para a Educação, Ciência e Cultura (Unesco) em 2016.

Qualidade da água da Pampulha comprovada, Enzilimp